Publicidade:

B01 300x250 300x250 Top Destinos

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Resumo da Novela Belaventura - 04 a 08 de Dezembro de 2017 - Record




Segunda, 04 de dezembro
Pietra está assustada diante de uma pessoa de capuz, da qual não se vê o rosto. Pietra esbarra em algo e quando se volta para frente novamente, não vê mais ninguém. Arturo está sentado na cama. Laurinda oferece um copo de água, mas ele bate no copo, jogando-o longe. Leocádia entra e diz a Arturo que é tudo verdade e ele se decepciona. Dumas entrega o baú de Lucy à Tamar e diz que estava em poder de Falstaff. Dumas revela que foram com aqueles ingredientes e seguindo as instruções dos papiros que Bartolion conseguiu chegar ao antídoto que salvou Pietra. Tamar agrade a Bartolion. Tácitus ajuda a limpar o rosto de Carmona e lambe o doce. Carmona não resiste e beija Tácitus também o sujando de doce. Pietra pede a Páris que a ajude chegar até Enrico e diz que está enxergando muito pouco.
Brione suplica a Severo que não tome nenhuma decisão precipitada. Arturo está bastante atordoado diante de Leocádia. Pietra revela a Enrico que desde quando foi envenenada por Merlino que sente sua visão prejudicada. Severo está um tanto atordoado, enquanto Selena o observa. Pietra conta a Enrico que no momento que se afastou, disse que teve a impressão de ter visto o rei Otoniel e Enrico se espanta. Jacques diz à Lizabeta que o solado veio avisar que o rei Severo mandou sua mãe para a fogueira e que não pode permitir isso. Marion é presa na fogueira ainda apagada, enquanto muitos homens em volta vibram. Cedric inicia seu discurso. Marion grita por clemência. Cedric faz sinal para um soldado que se aproxima com uma tocha acesa na mão. Pietra diz a Enrico que tem certeza que era Otoniel que ela viu.
Bartolion conversa com Dumas e diz que fez o antídoto corretamente e que não é possível que Pietra esteja perdendo a visão. Dumas teme que Pietra perca todos os sentidos aos poucos. Gonzalo diz à Brione, que chora muito, que vai impedir que façam mal à Marion. Severo tira Selena para dançar enquanto comemoram. Enrico dá ordens a Daros, Tácitus e Gregor que tentem reconhecer todos os desabrigados em volta do castelo e o que parecer familiar que deve ser levado até ele. Enrico revela que seu pai pode estar entre esses homens. Bartolin diz à Pietra que se realmente estiver correta, o rei Otoniel pode estar correndo perigo. Pietra diz que um pássaro diferente esteve em sua janela e Bartolion se surpreende, diz que o pássaro é uma fênix. Bartolion diz à Pietra que somente sua mãe se estiver viva pode evitar que algo pior lhe aconteça e que ela precisa saber que é a única esperança para salvá-la.
Terça, 05 de dezembro
Pietra está assustada diante de Bartolion. Ele a orienta a, quando receber um sinal, responder com uma mensagem urgente de socorro. Pietra teme ficar totalmente cega. Marion está presa à fogueira, diante dos olhares de todos que estão ali. Errantes, plebeus, cavaleiros. Falstaff observa tudo. Cedric está com a tocha nas mãos. Gonzalo diz à Brione e Arturo que eles serão expulsos do castelo. Severo dança com Selena, os dois satisfeitos e triunfantes.
Enrico diz à Pietra que já ordenou que procurem por seu pai em toda a região. Pietra pede a Enrico que não confie em Biniek. Marion está desesperada na fogueira, tossindo muito e vendo as chamas aumentarem e grita para que a tirem de lá. Jacques chega correndo e luta com os soldados, corta as cordas que a amarram. Marion tosse bastante e se apoia em Jacques. Cedric grita para que não o deixem escapar. Jacques e Marion ficam diante de Cedric, que impede que fujam. Jacques luta com outros soldados e pede para a mãe fugir. Marion corre mas de depara com Fasltaff. Severo chega apressado, a cavalo, e vê a fogueira arder em chamas. Marion grita por perdão e se ajoelha. Severo pede que Marion saia dali e diz a Cedric que ela não representa nenhuma ameaça. Jacques leva Marion embora. Severo discursa diante do povo. Fergau comenta com um Errante que foram avisados que não haveria perseguição. Cedric grita que quem não se submeter a Ordem Pura deverá ser punido. Severo olha para a fogueira. Fergau grita que foram traídos. Alguns soldados jogam na fogueira os corpos de pessoas que acabaram de morrer. Severo observa o massacre acontecer. Gonzalo e Arturo observam tudo mais afastados.
Bartolion revela a Dumas que Pietra pode estar sob o efeito do veneno. Jacques leva Marion para a estalagem, ela chora bastante. Enrico está perplexo diante de Jacques, Accalon e Mistral, e os repreende por não terem avisado sobre o ocorrido na vila. Severo diz à Selena para tomar cuidado com as palavras se quiser continuar no trono. Bartolion visita Merlino na masmorra. Merlino diz que Pietra vai piorar bastante. Na masmorra do castelo de Valedo, Severo arranca o saco que está sobre um priosioneiro. Severo vê que é Otoniel e se espanta.
Quarta, 06 de dezembro
Na masmorra do castelo de Valedo, Severo está completamente perplexo diante de Otoniel, que está sujo, maltrapilho, visivelmente perturbado. Cedric também está chocado e Nodier triunfante. Severo manda Otoniel se levantar e prestar reverência. Otoniel faz o que ele mandou e, assustado, olha sem entender nada e sem reconhecê-los. Bartolion conversa com Merlino e propõe que se alie para salvar a rainha Pietra e reverter os efeitos do veneno que deu à ela. Jacques conta para Lizabeta que Pietra viu o rei Otoniel no refeitório. Carmona, que está escondida, ouve e se assusta. Severo mata o soldado que sabe que Otoniel está no castelo. Ele também ameaça matar Nodier se mais alguém souber. Severo diz que vai usar um disfarce em Otoniel para que ninguém o reconheça.
Marion está à mesa, comendo com voracidade, sob o olhar espantado de Matriona e Quixote. Enrico chega na Vila onde houve a fogueira. Ele olha em volta com muita tristeza, olha para a bandeira de Valedo que está colocada ali e permanece pesaroso, observando aquele quadro de grande tristeza. Carmona vai tirar satisfação com Pietra sobre a história de ter visto Otoniel. Ela abre a porta e pede que Carmona se retire. Severo e Cedric criam um plano para que Otoniel fique contra Enrico já que foi deposto. Leocádia diz para Falstaff que falará com Severo sobre sua situação. Enrico ainda ajuda as pessoas por ali, sob olhar de Accalon e Jacques, quando Brione se aproxima e abraça o irmão e diz que não concorda com o que o pai fez. Dumas entrega um livro a Bartolion que possui relatos de um viajante que foi acometido por um veneno em efeitos semelhantes aos de Pietra.
Selena diz para Fernão que precisa de um servidor de confiança para desvendar alguns mistérios. Ele oferece ajuda mas ela, em troca, pede que Fernão descubra quem é o prisioneiro misterioso que está no castelo. Fernão vai até a masmorra para descobrir quem é o prisioneiro. Ele avista um soldado morto e se aproxima com a espada em mãos. O prisioneira Otoniel se levanta e se volta para Fernão revelando uma assustadora máscara de ferro.
Quinta, 07 de dezembro
Fernão encara Otoniel, que tem a identidade escondida sob a máscara de ferro. O corpo do soldado morto está no chão. Pietra grita por socorro, porque continua sendo atacada pelo médico da peste. Mistral chega e vê Biniek. Ele desembainha a espada e pede para que se afaste da rainha. Enrico entra na sala do trono de Valedo e questiona Severo sobre o massacre na Vila. Carmona diz a Lizabeta que vai embora novamente. Fernão golpeia Otoniel, que cai. Severo quer falar a sós com Enrico e pede que Cedric, Accalon e Jacques esperem do lado de fora. Enrico propõe uma trégua a Severo. Pietra diz à Dulcinéa que tem certeza que tentaram matá-la. Pietra diz que não está louca e Bartolion diz que acredita nela. Bartolion pede à Pietra que conte tudo o que aconteceu. Severo concorda com a proposta de Enrico. Fernão já entra furioso, carregando Otoniel, que usa a máscara de ferro. Tácitus caminha com Daros pela vila e comenta sobre o comportamento de Carmona.
Selena comenta sua decepção com Jacques por ele ter passado para o lado de Enrico. Marion agradece Joniel por ter salvado Arturo. Marion diz que agora que não tem mais a proteção do rei Severo, irá resistir e lutar para reconquistar o que lhe pertence. Arturo está irritado, conversando com Brione e Gonzalo e diz que quer ir embora da casa de Joniel. Joniel conta que Arturo é seu filho e ela não acredita. Joniel diz que Arturo tem uma marca de nascença igual a dele e mostra à Marion, que se surpreende. Gonzalo diz à Brione que assim que Arturo se recuperar dos ferimentos, eles irão embora para outro lugar e seguir suas vidas. No castelo de Valedo, Enrico caminha seguido por Accalon e Jacques. Eles se deparam com Otoniel com a máscara de ferro, sendo levado por um soldado. Selena fica irritada com Fernão, que não descobriu quem era o prisioneiro. Fernão diz que não dava para saber pois estava usando a máscara de ferro. Severo está sentado em seu trono diante de Cedric e Nodier. Nodier diz que foi muito arriscado ter pai e filho lado a lado no castelo.
Dulcinéa conversa com Pietra como se ela estivesse no quarto e diz que está muito frio, quando Dulcinéa vai fechar a janela e se dirige à Pietra, ela não está na cama. Pietra chega num campo florido, tensa. Ela tem uma mensagem na mão e lê. Pietra olha para as flores, emocionada. Pietra avista o médico da peste se aproximando, ela se espanta. Pietra se volta para trás, rapidamente, vendo que é Lucy que está ali, emocionada ao vê-la. Pietra se surpreende diante da mãe.
Sexta, 08 de dezembro
Pietra está emocionada diante de Lucy. Ela pergunta se tudo o que está acontecendo é real e Lucy diz que finalmente voltou para reencontrá-la e que explicará tudo o que aconteceu. As duas se abraçam. Enrico fica indignado ao ver que o prisioneiro com a máscara de ferro está em condições desumanas. Severo vai até a masmorra falar com Otoniel e diz que o culpado por tudo de ruim que aconteceu foi o Enrico. Nodier diz para Severo que Selena vai fazer de tudo para descobrir quem é o prisioneiro. Enrico, Jacques e Accalon estão saindo do castelo de Valedo quando encontram Cedric. Enrico pede que liberte o prisioneiro mascarado, mas Cedric pede outro prisioneiro como troca. Enrico não aceita e vai embora.
Lucy conta a Pietra que Cedric perseguiu seu pai porque era um homem que se dedicava aos estudos da cura de alguns males. E que Cedric foi o responsável pela morte do pai de Pietra como também se apossou de todas as suas riquezas. Pietra se espanta e quer saber se já tiveram posses. Lucy diz que explica tudo no caminho e que Pietra tem de ir embora junto com ela. Dulcinéa e Bartolion percebem que Pietra sumiu e ficam preocupados se ela não caiu em alguma emboscada. Lucy insiste para Pietra ir embora com ela, mas Pietra diz que não pode abandonar Enrico. Lucy vai embora mas pede que Pietra decida se vai embora com ela ou vai ficar com Enrico. Cedric ameaça Falstaff dizendo que colocará fogo na taverna se não contar a verdade sobre Lucy estar viva. Pietra volta ao castelo onde estão todos preocupados e conta para Enrico que reencontrou a sua mãe. Enrico fica preocupado. Cedric vasculha a taverna enquanto Mistral entra e escuta falarem da mãe de Pietra. Mistral não deixa Cedric sair do castelo e os dois retiram as espadas.
Selena vai falar para Brione que ela pode ser a sucessora do trono. Brione fica surpresa. Pietra pede que Enrico acredite nela, mas ele insiste em dizer para ela tomar cuidado. Pietra tem certeza que reencontrou sua mãe, mas Enrico diz que pode ser delírio dela. Mistral e Cedric duelam na taverna. Cedric percebe que está em desvantagem e chama os soldados. Enrico proíbe Pietra de sair do castelo sozinha. Ela sai e deixa Enrico irritado. Bartolion conta a Enrico que o físico Merlino não morreu e que ficou se recuperando na masmorra. No quarto, Pietra está em companhia de Lizabeta e Dulcinéa quando avista o médico da peste. Ela fica tensa, pega a adaga e parte para cima do médico no momento em que Elia entrava no quarto. Elia é ferida por Pietra. Todas se assustam e Pietra percebe que tem sangue de Elia em suas mãos.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário